terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Sobre a Carteira de Serviços

Relação de Serviços prestados na Atenção Primária à Saúde

A Carteira de Serviços da Atenção Primária à Saúde (APS) é um documento que visa nortear as ações de saúde na atenção primária oferecidas à população no Município do Rio de Janeiro.


Quem deve ler?
Todos os profissionais, gestores e população devem se apropriar dos serviços de saúde oferecidos na APS.


Quem escreveu este guia?
Este é um esforço coletivo de gestores do nível central e das coordenações de áreas programáticas da SMSDC/RJ.


O que é APS?
A APS é entendida pela SMSDC/RJ como a porta de entrada do sistema de saúde do município. Está inserida em uma rede de atenção à saúde e tem por finalidade oferecer o primeiro contato às pessoas quando procuram o serviço de saúde . Existem vários modelos de APS. No Município do Rio de Janeiro o modelo escolhido foi a Estratégia Saúde da Família (ESF).


Para que a APS seja resolutiva, alguns princípios devem ser seguidos. A APS trabalha com  território adscrito, ou seja, a população residente na área de cobertura da ESF deve prioritariamente  ser atendida pela mesma equipe de saúde da família. Para as unidades de APS sem ESF a definição de um conjunto de CEPs estabelecerá a base territorial de abrangência dos serviços prestados. Com isso alguns outros princípios devem ser assegurados os princípios de longitudinalidade (ou o acompanhamento das pessoas ao longo de muito tempo), acessibilidade (oferecer acesso ao serviço de saúde quando as pessoas sentirem necessidade); coordenação do cuidado (todas as pessoas do território são acompanhadas pela ESF ou terão como referência a unidade de APS da sua área de abrangência. Quando há necessidade de atenção especializada as pessoas são referenciadas).


Os profissionais da APS devem estar preparados para resolverem os problemas de saúde mais comuns na população. Muitas unidades de saúde hoje não estão preparadas para oferecer todos os serviços descritos nessa carteira de serviços, mas é fundamental que sejam oferecidas condições para que essas ações na APS sejam disponibilizadas à população.


O Município do Rio de Janeiro está expandindo a cobertura da ESF em grande velocidade mas a consolidação dessa estratégia para uma rede integrada de excelência depende de todos nós.


(texto extraído da introdução da Carteira de Serviços)






Baixe as versões da Carteira de Serviços:





Um comentário:

  1. alizira pires membro a.m.v.e30 de junho de 2011 11:12

    como posso pegar a carteira pra destribuir para populaçoa .sou a representante da ass.moradores vila esperança .q faço a parte da saude informativa a populaçao .sou participante do conselho municipal de saude .gostaria muito de poder divulgar esta carteiras para população .desde ja muito grata .meu email micaellabeatriz@hotmail.com

    ResponderExcluir